Compartilhar

Saiba como ter mais tempo para os filhos e não perder momentos especiais

Este post vai mostrar como conseguir ser mais presente na vida dos seus filhos, por meio de dicas práticas que você pode seguir. Confira!

Os pais que vivem a intensidade do mundo corporativo conhecem o dilema de ter pouco tempo para os filhos. É comum sair cedo, enquanto eles ainda dormem, e voltar tarde, quando estão prestes a se deitar. É difícil encontrar uma brecha na agenda para aproveitar ao lado das crianças, mas o esforço precisa ser feito. Estar junto aos filhos possibilita a participação em momentos importantes do crescimento deles. O desenvolvimento e a educação dependem disso, além de ajudar a lidar com a saudade. Este post vai mostrar como conseguir ser mais presente na vida dos seus filhos, por meio de dicas práticas que você pode seguir. Confira!

Reserve um horário específico na sua agenda

Essa é uma dica fundamental, justamente por isso é a primeira. Você precisa definir quando estará com seu filho no dia a dia. Mesmo que seja por apenas uma hora, é necessário criar essa rotina para que não haja distanciamento. Você certamente sente isso, verdade? Afinal, não é longe ficar longe de quem se ama. Esse tempo, ainda que pouco, é fundamental para a criança. Ela saberá que seus pais estarão sempre ali, todo dia. Isso traz sensação de segurança e de proximidade. A presença faz toda a diferença no desenvolvimento e na imagem que os filhos têm sobre os pais. Quanto ao melhor momento, fica a critério de cada um. As primeiras horas do dia podem ser o período mais adequado para uns, enquanto a noite é mais fácil para outros. Encontre a melhor alternativa, sempre considerando sua rotina e a de seus filhos.

Aproveite intensamente cada segundo

Se você tem pouco tempo para os filhos, aproveite cada momento de forma intensa! O esforço vale muito a pena e é necessário, por mais que em muitas vezes seja difícil de se desligar do mundo. Seja todo ouvidos, oriente, eduque e dedique-se 100% a ele nesse período, especialmente quando for curto. A estressante rotina de pais que ocupam cargos importantes, por exemplo, tem o trabalho como o centro de tudo. Entretanto, é preciso separar as coisas. Esqueça, nem que seja por uma ou duas horas, e-mails, ligações, mensagens e tudo relacionado ao trabalho. Transmitir uma atenção apenas em parte pode ser frustrante ao seu filho. Enquanto estiver com ele, aproveite intensamente a oportunidade. Mais à frente, eles vão crescer e também terão menos tempo. Saber disso hoje será fundamental para uma boa relação futura entre vocês.

Faça todo momento ser especial

Já pensou como uma simples ida ao supermercado pode ser um ótimo passeio em família? Rotinas apertadas e movimentadas permitem poucos momentos juntos com os filhos, então é necessário saber transformar as ocasiões. Durante o cotidiano, existem sempre algumas chances para aproveitar. Você coloca seus filhos na cama? Que tal contar uma história ou perguntar como eles foram na escola? Um bom papo pode surgir desse momento, mudando para melhor o dia dos dois. O mesmo diálogo e brincadeiras podem acontecer enquanto você os leva na escola, por exemplo. Independentemente da ocasião, é preciso se fazer presente, paciente, interessado e participativo. Sua imagem nunca será estranha a seus filhos, e esses momentos serão cada vez mais comuns.

Brinque e se envolva nas atividades

Pais que se mostram participativos têm sempre mais tempo para os filhos, não importando a ocasião. Você precisa se fazer presente em situações que sejam importantes para eles, especialmente quando se trata de diversão. Brincar é parte da rotina delas, e é sempre muito divertido se o pai e a mãe também participam. Pode ser naquela simples brincadeira em casa, ou até mesmo em um fim de semana, em algum parque, praça ou na praia. Esteja sempre junto nos momentos de lazer e se envolva! Não deixe de apoiar e fazer companhia também em atividades extracurriculares: esportes, danças, práticas artísticas e o que mais seus filhos estiverem envolvidos. Se faça presente, mostre interesse e incentive o desenvolvimento no que eles escolherem para si!

Chame-os para participar de tarefas simples

Suas tarefas também figuram como ótimas oportunidades de ter mais tempo para os filhos. Tenha a certeza de que eles se interessam em estar com você, ainda que não seja brincando ou fazendo algo que gostam. Você pode aproveitar qualquer ocasião para passarem um tempo juntos. Precisa ir à rua resolver algo? Leve seus filhos juntos! Converse com eles no caminho, ouça o que eles têm para falar e simplesmente se mostre presente. A proximidade fortalece a relação familiar e é fundamental para a educação. Seus filhos precisam desenvolver a ideia de que você é um pai ou mãe para qualquer momento, sempre disposto a estar junto. Regularmente surgirão essas oportunidades incomuns, ainda que você tenha pouco espaço livre no cotidiano. Transforme qualquer momento em uma chance de estar com as crianças.

Use a tecnologia como um recurso de proximidade

A tecnologia é inerente ao cotidiano, com pais e filhos usando os recursos com a mesma intensidade. Muito se fala sobre ela distanciar as pessoas, mas sabendo usá-la, você consegue o efeito contrário. Um contato durante o dia, ainda que rápido, faz bastante diferença. Mande uma mensagem pelo WhatsApp, peça que seu filho envie uma foto e deixe sempre uma palavra de amor e carinho. Você se faz presente da maneira que é capaz naquele instante, sempre reforçando que não se esquece dele. As chamadas de vídeo são um recurso bem útil para pais que viajam muito a trabalho. Elas são o nível mais alto de proximidade que a tecnologia atual permite. Sempre que estiver fora, passe alguns minutos de contato diário pela tela do smartphone ou tablet! A relação entre pais e filhos é marcada pela compreensão, pelo carinho e pela presença. Faça o que puder para estar perto e valorize cada segundo! Todo esforço ajuda no bom relacionamento e na educação. Ter pouco tempo para os filhos é uma realidade do mundo atual, mas cabe a você amenizar esse problema. Seguir as dicas deste post pode ajudar. Gostou deste conteúdo? Quer receber novos materiais como esse direto na sua caixa de e-mails? Então não deixe de assinar a nossa newsletter!
Compartilhar

Comentários